4.1 – AUÊ MACUMBA AUÊ

AUÊ … MACUMBA … AUÊ …
AUÊ … MACUMBA … AUÁ …
AUÊ … MACUMBA … AUÊ …
AUÊ … MACUMBA … AUÁ …
NÊGO PULA … NÊGO DANÇA …
NA BATIDA DO TAMBOR …
NÊGO PULA … NÊGO DANÇA …
NA BATIDA DO TAMBOR …

4.2 – TAMBOR, TAMBOR

TAMBOR … TAMBOR …
VÁ BUSCAR QUEM MORA LONGE …

EU VI OXOSSI NAS MATAS … OGUM NO HUMAITÁ
MEU PAI XANGÔ LÁ NAS PEDREIRAS …
O ! IANÇÃ … O ! YEMANJÁ …

4.3 – SALVE A COROA DE OGÃ

BENDITA ESTAS MÃO SOBRE O ATABAQUE
LOUVANDO OS ORIXÁS COM TANTO AMOR

ELAS SANGRAM MAS NÃO PARAM DE TOCAR
E NOS DÃO FORÇAS, COM O SOM DESTE TAMBOR

GRAÇAS A ELAS A UMBANDA FICA MAIS BONITA
VOZES SE JUNTAM PARA CANTAR E AGRADECER

E PARA QUEM, AINDA NÃO ACREDITA A NOSSA FÉ
FAZ O MILAGRE ACONTECER

ABENÇOADAS ESSAS MÃOS ONTEM, HOJE E AMANHÃ
SALVE NA UMBANDA A COROA DO OGÃ